Gesto de 1º PM a entrar na escola de Suzano após o massacre


O sargento Anderson Camargo, da Polícia Militar, foi o primeiro policial a entrar na Escola Estadual Professor Raul Brasil após o massacre cometido pelos assassinos na manhã desta quarta (13) em Suzano, na Grande São Paulo. 

 Ele conta que chegaram rapidamente ao local porque faziam patrulhamento na região e que ao entrar na escola “já tinha alguns adolescentes correndo e alguns corpos no chão”. O sargento da PM estava em uma viatura trafegando na Avenida Mogi das Cruzes quando foi abordado por pedestres que informavam que um senhor tinha sido baleado em uma agência de carro, localizada há 3 quadras da escola. 

O homem baleado era o tio de Guilherme Monteiro, de 17 anos, um dos assassinos. O homem foi socorrido, mas acabou morrendo no hospital. 

 “Acreditávamos que os indivíduos poderiam estar próximos e nisso nós logramos êxito em localizar o carro branco, que até então a gente não sabia que era um Ônix em frente à escola”, contou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Depressão não é preguiça e nem desculpa, depressão é luta.

Mulher compra óculos na praia por R$35 sem se aperceber que na realidade pagou R$350

Ter uma irmã é o presente mais sublime que Deus pode te dar

Frases de Conquista

Reconquista Perfeita