Ex-funcionária diz que Aline Barros a demitiu por ser gay


A cantora Aline Barros tem feito declarações bastante polêmicas nos últimos anos, no entanto, ela acabou sendo processada por uma antiga assistente, que trabalhou com ela por dez anos. De acordo com o colunista Leo Dias, ela cobra as devidas comissões dos shows e trabalhos realizados. 


 Tal funcionária exigiu seus direitos e a Justiça determinou que a cantora gospel terá que pagar nada menos que 200 mil reais. Agora, sem saída, Aline tenta encontrar formas de reverter essa situação e entrar em um acordo com a sua ex-assistente. 

 O processo pode ser consultado através do número 0100337-23.2016.5.01.0021, no site do Tribunal de Justiça. Rejane Silva de Magalhães alega que após ser assumir gay, foi demitida. No processo é pedido o valor de R$ 1 milhão de indenização. 

 ALINE BARROS FALA SOBRE HOMOSSEXUALIDADE 

 Cantora gospel, Aline Barros fala sobre sua vida pessoal durante bate-papo no programa Mariana Godoy Entrevista, na RedeTV!. Além disso, ela também comentará sobre as polêmicas da carreira, inclusive sobre sua posição contrária a homossexualidade. Aline relembra momentos de sua infância e fala sobre temas que considera polêmicos, como a homossexualidade. “Meu posicionamento sempre vai ser aquilo que a palavra de Deus me orienta. 

Ele criou o homem e a mulher e, em sua plenitude, pensou na estrutura de família para que o homem pudesse se unir a mulher, os dois fossem uma só carne e pudessem se multiplicar e encher a terra”, diz ela, que ainda complementa afirmando que seu coração “está sempre aberto”: “Conheço homossexuais que já fizeram meu cabelo, minha maquiagem e são pessoas queridas. Mas, em relação a prática daquilo que fazem, não posso dizer que concordo”. Sobre o fato de um post que citava a Quarta-feira de Cinzas em sua rede social ter gerado indignação aos católicos, a cantora classifica o ocorrido como um “grande mal entendido” e se explica: “Essas coisas que acontecem são tão desgastantes. Se feri alguém, não foi intencionalmente. 

O importante em tudo isso não é a religião. Jesus não é religião, é presença, vida. Pela religião as pessoas se matam, existem guerras e nós queremos falar do amor, não pregar religião”. Casada com o ex-jogador de futebol Gilmar dos Santos há 18 anos, Aline relembra o início do relacionamento e diz que o marido, com quem tem dois filhos, é um “presente de Deus”. 

“Nunca passou pela minha cabeça que eu fosse casar com um jogador de futebol. O conheci quando tinha 17 anos em um evento para jovens no Rio de Janeiro,em que fui convidada para cantar. Começamos uma amizade muito bonita e durante nove meses pudemos nos conhecer melhor”, conta Aline. Carioca, a artista ainda conta uma curiosidade a seu respeito: a formação como bióloga marinha. 

“Sou bióloga. Nunca trabalhei com isso, mas a faculdade foi prazerosa e reparto isso com meu filho”, diz. Ainda na atração, Aline canta alguns de seus grandes sucessos, dentre eles a música Consagração, um dos primeiros singles que gravou no começo da carreira. “Essa foi a música que me projetou nacionalmente. Depois dela, as coisas começaram a acontecer, viagens começaram a aparecer”, recorda. 

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher compra óculos na praia por R$35 sem se aperceber que na realidade pagou R$350

Mãe deixa mensagem para a atual do seu ex e emocionou tudo e todos

Beto Barbosa relata sofrimento na luta contra o câncer.