Uma vez eu li que não se podia odiar alguém que muito já amou.


Uma vez eu li que não se podia odiar alguém que muito já amou. Concordo.
Não adianta mais mandar mensagem todos os dias. Dizer que me ama. Demonstrar tudo o que eu queria que você demonstrasse.

Eu desisti de você, por mim mesma. Para o meu próprio bem.
Não precisei que você desse mais uma mancada, virasse outra noite com os amigos ou mesmo conhecesse outra garota.

Arranjei um tal de amor próprio e cara, você não me reconheceria nunca mais. Porém, eu te marquei.
Eu fui a garota dos teus sonhos, e você deu um jeito de me mandar embora. A minha falta é tão dolorosa, assim?
To passando muita coisa que você nem imagina, conheci outras pessoas. Passei a sair mais de casa, frequentei algumas festas, sai com os amigos, tratei de te esquecer. E é o que estou fazendo! Fiz do desafio da vida, encontrar alguém que te superasse, e encontrei.
Eu me conheci. 

Eu, apenas eu. Eu sou a única pessoa capaz de te superar, ou melhor, o meu novo amigo, o amor próprio.
Eu me conheci de uma forma que você não conseguiria nunca imaginar, nem mesmo se eu te contasse com cada detalhe.

Sabe como eu sei disso? Porque eu sempre prestei atenção em cada detalhe. Quando falava de futebol, quando jogava videogames, ou simplesmente quando, apenas, me olhava. Me observava por uns minutos e depois me beijava. Eu prestei atenção em cada detalhe seu, de como é, de como agia.
É isso, ou tudo isso.
Eu que acreditava nunca conseguir te esquecer, esqueci.
Isso me parece estranho de vez em quando, mas é só. Eu não te odeio, esse fato continua sendo verídico, mas também não sinto completamente nada.

— Camille Vitória

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Depressão não é preguiça e nem desculpa, depressão é luta.

Mãe deixa mensagem para a atual do seu ex e emocionou tudo e todos

Ter uma irmã é o presente mais sublime que Deus pode te dar

Frases de Conquista

Reconquista Perfeita