O tumor da apresentadora Ana Furtado é o mais mortal do mundo. Saiba mais.


A atriz e apresentadora Ana Furtado descobriu, recentemente, sofrer de um tipo perigoso de câncer – na mama. Por conta disso, ela já está fazendo tratamento e tomou coragem para dizer que não vai desistir de viver. Ana, que ficou conhecida por ser a “substituta oficial” da TV Globo, diverte-se com o título e falou um pouco sobre o que tem aprendido com a doença.

O câncer de Ana Furtado, vale lembrar, é um dos que mais matam no mundo e pode ser identificado a partir de um simples exame.
O que Ana Furtado tem?
De acordo com a Agência Internacional para Pesquisa do Câncer, o de mama é o mais frequente entre mulheres e também é o que mais mata no mundo. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) indica que só em 2016, foram 57.960 casos de câncer de mama entre mulheres brasileiras. Entre homens, os casos são mais raros.


Para prevenir o desenvolv imento da doença é preciso fazer o exame de toque simples, de frente ao espelho para identificar alterações na composição da mama. A mamografia é recomendada para uma análise mais profunda e é necessário ser feita a cada dois anos para mulheres entre 50 e 69 anos. A Sociedade Brasileira de Mastologia, porém, recomenda que mulheres acima dos 40 anos façam o mesmo exame todos os anos.
Caso seja identificado o câncer, é preciso tratar. Somente um médico especializado poderá prescrever a forma adequada que poderá ser menos ou mais agressiva. A retirada da mama é recomendada para casos mais graves, em que o tumor já se espalhou por todo o tecido.Atriz fala sobre rotina após a descoberta da doença
Ciente de que deve se cuidar, Ana Furtado relatou que tem noção do que tem, mas não deve se preocupar com o futuro.

“Tudo que acontece tem um propósito maior. O câncer não é mais o meu vilão. Ele se tornou o meu professor. E como boa aluna que sempre fui tenho aprendido cada lição com a sabedoria que nem eu sabia que possuía”, escreveu ela nas redes sociais.
Ana já retirou o tumor que tinha na mama e iniciou as sessões de quimioterapia. Mesmo durante tratamento, apresentadora tem demonstrado que luta contra a doença e não se trancou em casa. É possível ver na mídia, fotos dela passeando com sua filha no shopping, mesmo que usando uma máscara para protegê-la.

Câncer de Mama – Sintomas, Tratamento e Como Prevenir

Muitas pessoas, principalmente as mulheres, ainda têm muitas dúvidas sobre o câncer de mama e caso você seja uma delas, não deixe de ler o que vou te dizer. Vale muito a pena conferir e, com certeza, você vai encontrar a maioria das respostas para suas perguntas.
Segundo o Instituto Nacional do Câncer, é o tipo de câncer que mais ocasiona mortes e é o mais comum entre mulheres, correspondendo a cerca de 25% de casos novos a cada ano.
Somente o câncer de pele não melanoma tem mais casos do que o câncer de mama. Antes de mais nada, o que é o câncer de mama? É quando há um crescimento desordenado de algumas células que se multiplicam e formam um tumor.
Em alguns casos, pode até não evoluir para um câncer. E, em outros, podem ser muito agressivos e assim evoluem rapidamente ou outros mais lentamente. Essas células cancerígenas podem se espalhar para outras partes do corpo e chamamos isso de metástase.
Na maioria dos casos, este tipo de câncer pode durar meses ou mesmo anos. O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e estima-se que cerca de um milhão de casos sejam diagnosticados todos os anos.
Então, o câncer de mama afeta as células da mama, que são glândulas constituídas pelos lóbulos (produzem o leite), ductos (canais que ligam os lóbulos ao mamilo), gordura, tecido conjuntivo (protege e sustenta outros tecidos), vasos sanguíneos e vasos linfáticos.
Sintomas de Câncer de Mama
Vale lembrar que sintoma de uma doença é toda uma manifestação anormal que se percebe de uma determinada doença. Na verdade, vou mostrar para você os sintomas do câncer de mama, mas podem não significar necessariamente a doença.
É muito importante, se for o caso, detectá-lo o mais cedo possível e, dessa forma, as chances de cura aumentam bastante. Nunca despreze qualquer coisa que você perceba diferente do normal.
Vamos agora aos sintomas:
Um caroço fixo e duro: É o sintoma que é o mais normalmente observado. De uma forma geral, pode ser mais sensível mas não dói e na maioria das vezes tem uma consistência dura e apresenta contornos irregulares. É muito diferente do resto do tecido mamário;
Gânglios nas axilas ou no pescoço: Quando esses gânglios aparecem podem significar que o câncer de mama se espalhou. E, na maioria das vezes, são indolores. Como se fossem caroços;
Alterações na pele do seio e do mamilo: A pele do seio pode ficar mais avermelhada ou com um aspecto de casca de laranja. Pode haver a descamação do mamilo e uma mudança da forma dos seios e do mamilo ou a auréola pode mudar de cor ou haver uma secreção;
Tamanho ou a forma do seio modificados: Uma vermelhidão, um edema ou um calor no seio pode ser um sinal de uma inflamação;
Dor ou inversão do mamilo.
É sempre bom lembrar que, se o câncer de mama não for diagnosticado a partir dos primeiros sintomas, pode crescer e se espalhar para outras partes do corpo, podendo causar outros sintomas, tais como:
Dor nos ossos;
Perda de apetite e consequente perda de peso;
Náuseas;
Um acúmulo de líquido nos pulmões;
Visão dupla;
Dor de cabeça;
Fraqueza muscular.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Depressão não é preguiça e nem desculpa, depressão é luta.

Mãe deixa mensagem para a atual do seu ex e emocionou tudo e todos

Ter uma irmã é o presente mais sublime que Deus pode te dar

Frases de Conquista

Reconquista Perfeita