Não quero ser o teu amor quando a carência bate à porta


Não quero tapar buracos e nem preencher vazios. Acho que cansei. Não quero ser passatempo, muito menos ''por uma noite e nada mais''. Não quero fingir que não sinto nada e nem me esconder por ser quem eu sou. Não quero ser o teu amor quando a carência bate à porta, e quando amanhece me pede pra ir embora. Não quero te ver por aí dizendo para todas as outras as mesmas coisas que me diz sempre que estamos juntos. 

Não quero te ver cativando todas com essa lábia filha da mãe que só você tem e derretendo todas elas com esse sorriso que me desperta um mar de sensações. Não quero pagar pra ver, não quero forçar a barra e nem jogar com a sorte. Não quero ser mais uma que você gosta quando tem por perto, e depois reforça a dúvida de não saber quando é que vai me querer de novo. Não quero dormir com vontade. 


Não quero te dividir com mais ninguém. Não quero ser segunda escolha. Não quero lutar contra meus sentimentos e esperar que me procure só quando ''tá afim''. Não quero me odiar por não conseguir ser de outro assim como você é de todas que bem quer. Não quero ser passada pra trás, quando o meu futuro ao teu lado é incerto e todas as minhas vontades não condizem com as suas. Não quero mais me prender a quem não faz por merecer os meus cuidados. Eu tô indo embora, ficar não faz mais diferença, pelo menos pra você não. 

- Texto: Rogério Oliveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Depressão não é preguiça e nem desculpa, depressão é luta.

Mulher compra óculos na praia por R$35 sem se aperceber que na realidade pagou R$350

Ter uma irmã é o presente mais sublime que Deus pode te dar

Frases de Conquista

Reconquista Perfeita