Você não poderia ter feito diferente, você fez mais que o suficiente


Basta fazer uma avaliação básica da quantidade de pessoas que entram e saem de sua vida, em apenas um ano. Horas vai, alguém se foi. Minutos vem, alguém chega. 
Como se isso fosse algo completamente comum. Quando alguém realmente é importante para nós, cativamos todos os momentos ao seu lado, inclusive preservamos todos os momentos. Mas o principal disso tudo, é que isso seja extremamente recíproco. É uma necessidade básica, algo que deve haver com espontaneidade. Você não obriga o amor chegar, ele apenas, bate em sua porta, e faz de seu coração moradia. 

Você aprende conviver com isso, mas, muitas vezes, a dor se acomoda também, como uma intrusa. Estamos acostumadas sentir algumas dores, decepções, perca, amor. Não o amor em sua forma correta, pois, um verdadeiro amor jamais ira deixar dor. 
Digamos um amor platônico, esses que existem apenas de um lado, e não de ambos. 
Antes de amar outra pessoa, deveria ser lei, amar a si mesmo. Se conhecer, desvendar os mistérios do seu próprio coração. Assim, afinal, pessoas que não estão preparadas, não entrariam, para que, logo partissem. Pois, desistiram. E não desvendaram. 
Você precisa se encontrar com uma alma limpa. Não seja alguém que tem a consciência de que, algo não ira adiante, e mesmo assim insiste em algo sem futuro. Não é errado fazer milhões de planos, errado e persistir na pessoa errada. 

Você precisa de alguém que cuide de você, não se deixe levar por culpa. ‘ Eu poderia ter feito diferente’Não! Você não poderia ter feito diferente, você fez o suficiente, você não recebeu, porque simplesmente, não desejaram devolver, agora, seja forte. 
E diga adeus, diga adeus para alguém que não desvendou seus mistérios, diga adeus a quem não lhe amou, diga adeus, principalmente pelo fato que você merece sim, ser muito feliz, acompanhada ou não.Você erra, quando acha que necessariamente precisa de alguém ao seu lado, quando na verdade, a única pessoa que deve lhe acompanhar, é si mesma, deixar lágrimas descer sobre sua face, não irá adiantar nada, não vai fazer ele te amar mais, será muito pelo contrário, desprezada por não compreender o significado de amor próprio. Pois, digo mais uma vez: 

‘’Nós, precisamos consequentemente pertencer a nós mesmas, pois quando percebemos o verdadeiro significado de amor próprio, estaremos com consciência que, devemos amar mais a nós. Do que ao próximo. Isso não é ser egoísta, é bom senso. Ninguém, além de ti mesma, ira sofrer sua dor. Mas, entre todas as opções, escolha não sofrer’’.

Leticia Schneider

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Depressão não é preguiça e nem desculpa, depressão é luta.

Mulher compra óculos na praia por R$35 sem se aperceber que na realidade pagou R$350

Mãe deixa mensagem para a atual do seu ex e emocionou tudo e todos