Nós somos nós, somos nó.

Imagem relacionada

Eu não sei bem por onde começar, até porque escrever pra você nunca foi lá tarefa muito fácil mesmo. Eu poderia começar apenas te desejando “parabéns” mas seria fácil demais e não seria bem, a gente. Eu sempre tenho tanto pra te falar nesse segundo dia do ano, mas nunca encontro a maneira certa de fazer isso. Nunca consigo com exatidão expressar o que você representa, quem você é ou agora, a falta que faz. Ter você por perto sempre foi um dos meus maiores trunfos contra as adversidades da vida. Saber que você estava ali e que eu iria poder te ver, seja pro que fosse sempre foi algo que me deixou confortável em relação aos meus problemas, eu sabia que havia ali quem os entendesse e quem também me ajudaria. 

Mas agora as coisas são um pouco diferentes. Você não tá mais aqui, não tá mais por perto. Preciso mudar e bem, todos mudam hora ou outra não é mesmo? Mas sempre há mudanças que relutamos em aceitar. Mudança de casa, local de emprego, idade, horários e rotina. Mudança de cidade, seja nossa ou de quem gostamos, não importa. Você deixou muita coisa pra trás com essa mudança, mas dentre tudo o que colocou na bagagem, você também me colocou, mesmo que sem saber, sem perceber. Eu estava ali, bem ali. Estava dentro das suas mochilas, aliás, em cada uma delas. Você me levou contigo, mesmo com nós dois sabendo que comigo ficando por aqui, por inteiro, as coisas seriam melhores, mais fáceis. Mas como eu comecei dizendo, se fossem fáceis, não seríamos nós. 

Não seríamos o que somos pra nós mesmos nem quem somos um pro outro. Eu não posso dizer que lembro quando conversamos a primeira vez, mas posso te garantir que lembro com exatidão quando você me ganhou de vez. Foi bem numa manhã de quarta feira, em pleno intervalo, quando eu, de cabeça quente e cheia, me sentei escorado na grade daquele segundo andar. Você, sem ao menos perguntar se podia, sentou-se do meu lado e ficou ali, calada me observando. Eu estava com os joelhos dobrados e os braços por cima deles, você de pernas cruzadas e esticadas simplesmente virou pra mim e disse: “Te ver assim, olhando pro céu, com toda essa sua cara de marra, me faz perceber uma coisa: Você é muito mais do que as pessoas pensam que é.” Foi bem ali, naquele momento que eu vi que não adiantava eu levantar a barreira que fosse, que você seria sempre capaz de ver além. Desde então eu nunca mais te vi com os mesmos olhos, era impossível ver. O tempo foi passando e o que era pra ser um laço, virou um nó. Não porque nossa amizade tenha se tornado um problema, pelo contrário. Virou nó porque nós são difíceis de serem desfeitos, laços não, qualquer puxadinha faz dele fita de novo. Nós são firmes, nós mostram que são a gente até no nome, afinal, nós somos nós.

E a você, por ser quem é, por me entender como entende, por estar aqui quando ninguém esteve, meu muito obrigado.  Eu te parabenizo, não somente pela data, mas pelas conquistas. Te parabenizo pela sua personalidade, pelo seu carinho e principalmente pelo seu zelo comigo. Te parabenizo por tudo o que já tenha enfrentado e por sempre tirar um lado positivo em cada erro. Te parabenizo não só pela idade, mas também pelo seu crescimento, sua maturidade. Que você possa cada vez mais caminhar, caminhar sem retrocessos, sem atrasos. 

Que possa por vários e vários momentos de sua vida, se vangloriar por suas conquistas, mas que saiba que sempre estarei aqui para que as possa dividir comigo. Não há distância que nos aparte, não mais. Não há ausência que se sobreponha ao que foi construído enquanto você estava aqui. Já dizia a célebre Mallu Magalhães em um trecho de uma música que eu particularmente gosto muito: “Toda dor que me aparece eu te conto. Você me cura sem se quer notar.” E que possamos sempre ter força pra seguir em frente e que entre nós, não haja espaço pra sentimentos ruins. Que possamos sempre ver o lado bom de nós dois, até quando o lado ruim falar mais alto. Feliz aniversário, tudo de melhor pra você hoje e sinta-se abraçada com essas palavras, é o que posso fazer por esse nó que somos nós.

Bruno Campos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mulher compra óculos na praia por R$35 sem se aperceber que na realidade pagou R$350

Mãe deixa mensagem para a atual do seu ex e emocionou tudo e todos

Ter uma irmã é o presente mais sublime que Deus pode te dar